sábado, 1 de agosto de 2009

Progresso-Regresso

Um brinde ao progresso-regresso !
O progresso da (des)cidade, dessa tal modernidade, dos homens de (des)humanidade,
Do universalismo que exclui, da tecnologia que polui...

Da pátria madrasta, da educação que castra,
Da democracia que aliena, da liberdade que não é plena !

Carla Nagel.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Para fazer um simples progresso
    Tive que embrenhar num regresso
    Pelo mundo dos meus duros medos
    Viajando nos meus mais profundos
    Cruéis e estranhos temivel lsegredos
    (Joabe o Poeta)

    ResponderExcluir