sábado, 24 de julho de 2010

Quando eu morrer, digam que fui do tempo de Thiago de Mello...



"Esse homem das selvas amazônicas, que reaparece como um partisan, abrindo uma brecha na selva da violência..." (Otto Maria Carpeaux)
Vida longa ao poeta-esperança !!!

7 comentários:

  1. Oi, Carla, desculpe, somente agora vimos seu comentário lá no blog. Se ainda estiver interessada na necessaire, manda uma mensagem pra gente: helenaguerravicente@gmail.com
    Obrigada pelo interesse!

    ResponderExcluir
  2. ola qrida
    vc me perguntou sobre a camisa de poás
    me mande seu cep e email pra calcular o frete pra vc, ok?
    aguardo
    bjo bjo
    Pri
    http://brechooliviapalito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. oi menina...
    estamos bem e vc?
    as vendas estao cada dia melhores graças a deus e vcs nao quiseram mais ir?? nos conseguimos colocar a barraquinha na eduardo ribeiro quando quiserem nos fazer uma visita..

    grande beijo.. pri e deni

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carla
    É um grande prazer conhecer o seu blog. Agradeço por me seguir e divulgar. Também já estou seguindo o seu. E tudo pela História ao alcance de todos! Quando puder deixe o seu voto por lá no topblog. É só clicar na imagem.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Oi Carla!!

    Tudo bem?
    Que delicia de blog!

    Quantas historias e informações incriveis! Parabens!

    Beijos
    Arq. Cris Araujo
    http://vistaacasa.blogspot.com/

    ResponderExcluir